Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

17/04/2020

Qual a diferença entre DVI e HDMI?

Por mais que você esteja convencido de que HDMI é a melhor opção para uma conexão de áudio e vídeo, é de se interessar saber por que o cabo DVI ainda é utilizado e o que ele difere de conexões como o HDMI.

Para responder isso, separamos a definição entre os dois cabos, acompanhe:

Cabo de vídeo DVI

Interface Visual Digital (O Digital Visual Interface – DVI) é um tipo de conexão considerada antiga, ela conecta dispositivos de saída como computadores e monitores LCD, por exemplo. Atualmente o maior problema dos cabos DVI é o fato de não transmitirem áudio, sendo necessário o uso de cabos de áudio separados. 

A proposta principal do DVI é oferecer um padrão de interface de vídeo que cubra a transmissão de vídeo entre um dispositivo fonte (um computador, por exemplo) e um dispositivo de exibição (onde são exibidas as imagens 

geradas). Os monitores LCD, em sua grande maioria possuem entrada DVI. Além disso, dispositivos como os projetores, suporta DVI indiretamente por meio de HDMI.

Cabo de vídeo HDMI

Como já falamos aqui no blog, o HDMI, diferente do DVI, foi feito para transmitir vídeo e áudio sem a necessidade de cabos separados. Em resumo, o HDMI já está na sua versão 2.0, e já a permite a transmissão de vídeos em 4K, além de suportar até 32 canais de áudio sem compressão.

Existem variações entre os cabos HDMI que trazem diferenças em velocidades e qualidade de transmissão. Materiais como o ouro na composição dos cabos faz parte destas variações, por exemplo.

Qual é o melhor?

A qualidade de imagem de ambas é praticamente a mesma, tanto que os sinais de vídeo DVI podem passar por um adaptador HDMI e vice versa quase sem perda de qualidade. Logo, esta pergunta só pode ser respondida após outra: qual o tipo de uso? 

Pois, o HDMI, por exemplo, por oferecer transporte de áudio e vídeo juntos acaba tendo uma abrangência maior, cobrindo tanto televisores quanto monitores de computador. Então é o mais indicado para o uso doméstico ou para instalações que não precisem de gerenciamento do áudio de forma profissional.

Já o DVI, mesmo com a possibilidade de acúmulo de cabos pois necessita de uma interface condutiva de áudio, pode ser uma ótima opção para exibições onde o áudio sai de uma mesa de som ou de um gerenciamento de áudio, mantendo assim as possibilidades de administrar a qualidade do áudio sem interferir na imagem.

Precisa de ajuda para saber qual a melhor interface condutiva para o seu projeto? Fale com a gente! 
Nossos consultores estão ansiosos para colocar o seu projeto em prática!